Porque Você não Deve sentir Culpa pelos seus Erros

Blog Alta Perfomance

Junte-se àqueles que querem receber conteúdos e estratégias práticas para melhorar a efetividade pessoal!
 

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog

A imagem é uma publicidade convidando para clicar em um botão. Com os dizeres EXPERIMENTE CLICAR E DESCUBRA AGORA COMO É POSSÍVEL FICAR PREPARADO PARA VENCER SEU MAIOR DESAFIO! E um botão QUERO VER AGORA!

Se você acredita que se sentir muita culpa vai ser perdoado, esqueça. Arrepender-se pelos desacertos é desejável, mas torturar-se pelo que fez ou deixou de fazer só mina sua energia, impedindo-o de dar o seu melhor agora.

Os erros são comuns à natureza humana. Diante disso, restam duas posturas para encarar essa idiossincrasia do homem. A primeira é esforçar-se para não repeti-lo, nem mesmo em outros contextos. A segunda, é fazer o possível para compensar aqueles que foram prejudicados com a sua falta.

Sentir-se culpado imobiliza o presente porque seu foco está no passado, em algo que deveria ter feito ou deixado de fazer. É uma penitência que o transgressor se dá, pelo que aconteceu.

Essa provavelmente é a forma mais comum de angústia em nossa sociedade, na qual o causador estraga o momento presente ocupado com sentimentos relacionados a algo que ele não pode mudar. É absolutamente inócuo, apesar de tão comum a todos nós.

Se investigarmos um pouco a respeito da culpa, constataremos que é uma prática comum na nossa cultura. Somos bombardeados desde crianças com várias mensagens que nos ensinam a ser seres carregados de culpa.

O alerta “Se você fizer isso, mamãe vai ficar triste”, não é tão ingênuo como parece, embora a emissária não tenha nenhuma intenção deliberada de transforma seu rebento em uma máquina de culpa.

A culpa tanto pode ser originada na primeira idade e permanecer com o adulto, como pode ser auto incutida pelo adulto. Quando autoimposta, a culpa pode se originar na quebra de algum padrão, ofensa a valores que são importantes ao infrator.

Considerando que não é possível mudar a história, você pode pensar em mudar sua atitude a respeito de coisas em relação às quais sente culpa. Saiba que sentir-se culpado não vai lhe proteger contra a repetição dos erros, ao contrário, pode favorecer a repetição do comportamento cabuloso porque é como um salvo conduto, uma permissão a você reprisar o ato, uma vez que já se pune o suficiente pelo deslize.

Em vista disso, para que a culpa não seja sua licença para prosseguir no erro, é inescusável que você se comprometa a não repetir comportamentos que vão lhe magoar ou causar mágoas. A responsabilidade é sua. Assumir esse compromisso é obrigatório para que se liberte de um círculo vicioso de culpa que só lhe trará prejuízos.

O pacto em favor de uma vida mais leve depende do seu empenho, seu engajamento, seu total comprometimento. Abolir a culpa é uma magnífica estratégia para ser mais feliz e auferir o melhor de você mesmo.

CULPA

Confira outros posts do blog alta performance:

A Verdade que Nunca Contaram a Você a Respeito do Tempo >>>https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/alta-performance/o-que-voce-precisa-fazer-para-ter-tempo/<<<

>>>https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/alta-performance/um-futuro-maior-que-o-passado<<<

Saiba o que é um Cidadão de Alta Performance >>>https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/alta-performance/saiba-o-que-e-um-cidadao-de-alta-performance/<<<

>>> https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/tv-alta-performance/altaperformancenosestudos/<<<

Saiba porque o seu Foco pode estar Limitando sua Performance. >>>https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/autoconhecimento/12640/<<<

Vencer ou Vencer, essa é a sua Escolha! >>>https://blogaltaperformance.carlaribeiro.com.br/alta-performance/voce-foi-feito-para-vencer-ou-vencer/<<<

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

ATENÇÃO

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog