Demian Maia: Como Tornar-se Mentalmente Forte

Blog Alta Perfomance

Junte-se àqueles que querem receber conteúdos e estratégias práticas para melhorar a efetividade pessoal!
 

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog

É possível tornar-se mentalmente forte?

Ser mentalmente forte é ter habilidade e atitude de decidir-se de acordo com valores e princípios que lhe sejam importantes e na direção dos objetivos desejados.

Nesse sentido, uma pessoa mentalmente forte consegue comportar-se de modo a seguir na direção desejada, gerenciar as próprias emoções mesmo em situações complexas e arriscadas, além de utilizar a mente de modo favorável a realizar o que deseja.

 

O custo dos hábitos

Maus hábitos nos custam muito, afinal são eles que definem o presente e o futuro que viveremos.

Logo, alguns hábitos que prejudicam a força mental é invejar, sentir-se injustiçado pela vida, achar que a sorte só é prerrogativa dos outros.

 

Crenças destrutivas

Há 3 tipos de crenças que nos deixam menos efetivos e roubam nossa força mental:

  • a primeira é a crença prejudicial sobre nós mesmos. Quando nos vitimamos, sentimos pena de nós mesmos.

É claro que podemos ficar chateados quando algo ruim acontece, mas refiro-me a colocarmos holofotes em algum infortúnio que nos acontece.

Então, em ocasiões assim, é comum alguns questionamentos do tipo: por que isso sempre acontece comigo?

Ao fazer-se esse tipo de pergunta, o foco fica no problema. Focar no problema é péssimo porque só ajudar a ter mais dele.

Depois, esse tipo de atitude ocorre porque nos sentimos desconfortáveis com nossos sentimentos de tristeza, raiva, medo, mágoa…

Desta maneira, a única forma de superar isso é passar por esses sentimentos, ao invés de buscar distrações. Encará-los é necessário para vencê-los.

 

  • a segunda é a crença prejudicial sobre outros. Ou seja, quando damos às pessoas o poder de nos controlar.

Refiro-me a quando damos poder a outra pessoa, ao responsabiliza-las pelas nossas decisões.

Assim, quando dizemos: “eu tenho que trabalhar até tarde”.

Outro exemplo é afirmativa do tipo: “ Fulano me deixa louco”.

Se entendermos que cabe apenas a nós escolhermos a reação que teremos a cada estímulo, entenderemos que o poder está em nossas mãos.

Destarte, o que alimenta nossas crenças prejudiciais em relação aos outros é nos compararmos com eles.

Nessa balança, os outros podem estar em nível inferior ou superior, não importa.

Afinal, a única comparação inteligente é nos compararmos com o que éramos antes.

 

  • a terceira crença prejudicial é sobre o mundo. Quando achamos que o mundo nos deve alguma coisa.

Então, uma manifestação dessa crença é pensar que “se eu trabalhar duro, eu mereço ter sucesso”.

Porque queremos que o mundo seja justo, cobramos intimamente essa justiça. Mas, o problema é que a vida não é justa, o mundo não é justo.

Consequentemente, não necessariamente seremos retribuídos pelas boas ações.

 

Tornar-se Mentalmente Forte

Desistir dessas crenças não é fácil, mas é necessário para ter força mental.

Na verdade, basta apenas um pequeno hábito prejudicial para desencadear um ciclo vicioso.

Por isso, uma estratégia compartilhada pela terapeuta Amy Morin é listar todos maus hábitos, aqueles que aniquilam as chances de nos sentirmos mentalmente forte, com equilíbrio emocional e disposição mental para agir, e vencê-los diariamente.

Seguem alguns maus hábitos:

  • ressentir-se com o sucesso alheio,
  • comparar-se com os outros,
  • achar-se azarado,
  • focar nos problemas,
  • murmurar,
  • sentir pena de si mesmo,
  • culpar os outros pelas próprias más escolhas,
  • ser pessimista,
  • procrastinar,
  • não ter compromisso com a palavra empenhada,
  • alimentar-se mal,
  • ser sedentário,
  • ser mau humorado, etc.

 

Além disso, adotar boas atitudes como exercitar um espírito grato, comparar-se apenas consigo mesmo, acreditar que pode mudar a vida para melhor.

Porém, não precisa mudar todos os maus hábitos agora, um passo de cada vez. Seja gentil consigo mesmo e com se próximo.

Meu desafio para você hoje é escolher um mau hábito para eliminar da sua vida, bem como, eleger um bom hábito para adotar a partir de agora.

 

 

 

 

 

 

 

Você pode assistir a gravação do Programa ALTA PERFORMANCE com CARLA RIBEIRO no CANAL ALTA PERFORMANCE.

Assine o canal alta performance e assista a outras séries e entrevistas sobre alta performance, autoconhecimento e muito mais. Inscreva-se!

Confira outros posts do blog alta performance:

Conheça e siga nossos Canais nas Mídias Sociais. Interaja e fale conosco pelos nossos perfis e saiba das novidades em primeira mão.
Twitter
 Facebook Instagram Youtube

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

ATENÇÃO

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog