Cuide de Si Mesmo como Cuidaria de Alguém sob Sua Responsabilidade

Blog Alta Perfomance

Junte-se àqueles que querem receber conteúdos e estratégias práticas para melhorar a efetividade pessoal!
 

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog

Banner publicitário com fundo amarelo e escritos em amarelo: palestra exclusiva - . E escrito em branco: COMO TER UMA MENTE PREPARADA PARA VENCER. Logo abaixo,  APROVEITE, ASSISTA E PEGUE SEU CUPOM ESPECIAL. Ao lado esquerdo uma foto da carateca Carla de quimono branco e faixa preta segurando duas espadas e a logomarca CVMD. A direita 3 logomarcas CBKB, PANAN, WAKO.

Cuide de Si Mesmo como Cuidaria de Alguém sob Sua Responsabilidade

A Regra 2 do livro “12 Regras para a Vida” de Jordan Peterson nos instiga a cuidar de nós mesmos com a mesma diligência e atenção que dedicamos a cuidar de outros, especialmente aqueles que estão sob nossa responsabilidade.

Em muitos casos, as pessoas demonstram mais zelo ao administrar medicamentos para seus animais de estimação do que para si mesmas.

Mas por que isso acontece? E como podemos reverter essa tendência e tornar o autocuidado uma prioridade, mesmo em meio às demandas contemporâneas?

A Dualidade do Caos e da Ordem

Primeiramente, é crucial entender a dualidade do caos e da ordem que o mundo nos apresenta. Peterson descreve o caos como o domínio da ignorância, do desconhecido, onde reside a liberdade terrível. É um território inexplorado, uma fonte de possibilidades, mas também de incertezas e perigos. Por outro lado, a ordem é o domínio do conhecido, da hierarquia e da organização. Ela nos oferece segurança e estabilidade, mas pode se tornar tirânica se excessivamente rígida e unilateral.

Analogamente, Peterson usa o Condado dos hobbits e o reino subterrâneo dos anões para ilustrar essa dualidade. O Condado representa a ordem — pacífico, seguro e produtivo. O reino dos anões, tomado por um feroz dragão que guarda um tesouro, simboliza o caos — perigoso, mas cheio de potencial.

A Simbologia do Masculino e do Feminino

Recorrendo à psicologia simbólica, Peterson associa a ordem à masculinidade e o caos à feminilidade. Historicamente, os homens têm sido os construtores de cidades e povoados, representando a ordem através de suas construções e engenhosidades. Já o caos, sendo o desconhecido e inexplorado, é visto como uma fonte de todas as possibilidades, uma força criativa e avassaladora, assim como o papel exigente das mães.

A Vida Entre a Ordem e o Caos

Peterson argumenta que todos vivemos com um pé na ordem e o outro no caos. A ordem nos oferece segurança e estabilidade, enquanto o caos nos apresenta oportunidades de crescimento e aventura. Essa dualidade não está apenas no mundo externo, mas também dentro de cada um de nós. Cada pessoa carrega em si a capacidade de fazer o bem e o mal, de construir e de destruir.

A Percepção de Si Mesmo

Uma razão pela qual as pessoas não cuidam de si mesmas como deveriam é a percepção negativa que têm de si mesmas. Peterson explica que, ao longo da vida, muitas pessoas desenvolvem uma visão de si mesmas como indignas de cuidado e atenção. Essa visão é influenciada por sentimentos de indefesa, vergonha, medo e autopiedade. A narrativa bíblica da queda de Adão e Eva ilustra essa percepção de indignidade e pequenez perante a vida e o divino.

O Paradoxo do Autocuidado

Cuidar de si mesmo não é apenas fazer o que nos faz feliz momentaneamente. É considerar o que é realmente bom para nós a longo prazo. Peterson afirma que dar doces a uma criança pode fazê-la feliz, mas não é sinônimo de cuidado adequado. O verdadeiro cuidado envolve disciplina, limites e a busca pelo bem-estar integral, mesmo que isso signifique enfrentar desconfortos e desafios.

A Relevância da Prioridade

Compreendendo o valor intrínseco de cada pessoa, torna-se mais fácil ver o autocuidado como uma prioridade. Contudo, na correria do dia a dia, muitas vezes negligenciamos essa necessidade. A sociedade moderna, com suas demandas incessantes, pode nos fazer sentir que não temos tempo para cuidar de nós mesmos.

Estratégias para Tornar o Autocuidado uma Prioridade

Para transformar o autocuidado em uma prioridade, é fundamental adotar algumas estratégias práticas:

1. Autoconhecimento

Peterson enfatiza a importância de saber onde estamos, quem somos e para onde estamos indo. O autoconhecimento é a base do autocuidado. Conhecer nossas forças, limitações, necessidades e objetivos nos permite estabelecer um plano de ação eficaz.

2. Definição de Metas Claras

Estabelecer metas claras e realistas nos ajuda a direcionar nossos esforços de maneira organizada. Isso inclui definir prioridades diárias, semanais e mensais, garantindo que o autocuidado esteja sempre presente na nossa agenda.

3. Gerenciamento do Tempo

Uma gestão eficiente do tempo é crucial. É importante reservar momentos específicos para atividades de autocuidado, como exercício físico, alimentação saudável, descanso adequado e atividades de lazer. Utilizar ferramentas de organização, como agendas e aplicativos de planejamento, pode ser muito útil.

4. Estabelecimento de Limites

Aprender a dizer “não” é essencial para manter o equilíbrio. Estabelecer limites saudáveis nos ajuda a evitar o esgotamento e a manter o foco em nossas necessidades e prioridades pessoais.

5. Busca por Apoio

Não precisamos enfrentar tudo sozinhos. Buscar apoio em amigos, familiares ou profissionais de saúde mental pode ser uma grande ajuda. Compartilhar nossas preocupações e desafios com outros nos proporciona perspectivas diferentes e soluções que talvez não tenhamos considerado.

Integrando Ordem e Caos

Em suma, cuidar de si mesmo como cuidaria de alguém sob sua responsabilidade requer uma mudança de perspectiva e a implementação de estratégias práticas. A dualidade do caos e da ordem nos desafia a encontrar um equilíbrio entre a segurança e a aventura, entre o conforto e o crescimento. Ao reconhecer nosso valor intrínseco e adotar uma abordagem consciente e disciplinada, podemos transformar o autocuidado em uma prioridade, mesmo em meio às demandas da vida moderna.

Jordan Peterson nos convida a trilhar um caminho de autodescoberta e autotransformação, integrando a ordem e o caos em nossas vidas de maneira harmoniosa. Assim, podemos não apenas melhorar nossa própria vida, mas também impactar positivamente aqueles ao nosso redor. Afinal, quando cuidamos de nós mesmos, estamos mais aptos a cuidar dos outros e a contribuir para um mundo melhor.

 

 

Confira outros tópicos que podem lhe interessar e acompanhe os vídeos no Canal Alta Performance.

Assine o canal alta performance e assista a outras séries e entrevistas sobre alta performance, autoconhecimento e muito mais. Inscreva-se!

Confira outros posts do blog alta performance:

Twitter Facebook Instagram Youtube

 

A Tricampeã Sul Americana de Karate Andréa Mesquita conversa com sua amiga e colega de Seleção Brasileira, a Coach e Recordista do Guinness Book Carla Ribeiro a respeito de sua carreira, dos desafios, da vitória sobre um câncer, de automotivação e muito mais.
Vale a pena conferir! Clique AQUI

Inscreva-se no canal alta performance e assista a outras séries e entrevistas sobre alta performance, autoconhecimento e muito mais. Inscreva-se!

Confira outros posts do blog alta performance:

Conheça e siga nossos Canais nas Mídias Sociais. Interaja e fale conosco pelos nossos perfis e saiba das novidades em primeira mão.
Twitter
 Facebook Instagram Youtube

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

ATENÇÃO

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog