Fim dos Tempos? Evidências clamam por Mudanças e Ajustes

Blog Alta Perfomance

Junte-se àqueles que querem receber conteúdos e estratégias práticas para melhorar a efetividade pessoal!
 

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog

A imagem é uma publicidade convidando para clicar em um botão. Com os dizeres EXPERIMENTE CLICAR E DESCUBRA AGORA COMO É POSSÍVEL FICAR PREPARADO PARA VENCER SEU MAIOR DESAFIO! E um botão QUERO VER AGORA!

Fim dos Tempos? Evidências Clamam por Mudanças e Ajustes.

Vivemos muitos apreensivos neste início de ano.

Afinal os dois últimos anos foram não somente tensos e sofridos, mas de expectativas com o futuro.

Foram anos que nos levaram a profundas reflexões existenciais, porque nos exigiram mudanças radicais em nosso estilo de vida e rotina.

E tivemos que fazer muitas adaptações rapidamente.

Parece que o tempo se esvaiu numa velocidade impressionante.

Mudanças e Ajustes

Isso porque tivemos que abandonar hábitos e práticas que já estavam consolidados, e um novo espaço se abriu à nossa frente, exigindo que o ocupássemos a toque de caixa.

Evidentemente, essas mudanças nos causaram, além de sofrimento, um pouco de pânico.

Pois a rotina nos acomoda e nossa percepção do tempo fica amortecida com os deveres e obrigações diárias.

Era como se as coisas estivessem no seu lugar. Sempre resistíamos a mudar.

No entanto, mudanças vieram e não vão ficar, pois sempre ocorrerão.

O diferente é que agora temos que nos ajustar à imprevisibilidade que se manifesta de forma radical.

Houve uma reorganização profunda no mundo do trabalho, por conta da pandemia e das soluções que a tecnologia apresentou às organizações para se manterem competitivas, ou ao menos sobreviverem.

E tudo isso impactou profundamente o modelo social tradicional, que exigia uma divisão do tempo mais ou menos linear.

Era dividido em jornadas com horários previamente estabelecidos. Agora, não. As pessoas estão submetidas a novas formas de produção.

O home office veio para ficar, com inúmeros ajustes, é claro.

As pessoas tiveram que ficar mais tempo em casa e saíram menos do ambiente familiar.

Incertezas e Isolamento

Diminuiu significativamente o contato físico com outras pessoas que acabaram mais voltadas para seu universo interior. Mesmo tendo que produzir e aprender novas formas de trabalhar. A tecnologia de informação e comunicação assim o exige.

O convívio diário com novos aplicativos e plataformas digitais nos levou a perceber que mesmo distante fisicamente as pessoas estão próximas.

Mas sem o calor e a intimidade anterior.

É um novo mundo esse pós pandemia.

Aliás, não tão pós assim, pois precisamos manter o distanciamento e continuar com os protocolos sanitários, pois não sabemos o que virá.

Mas temos algumas certezas, entre elas a convicção de as vacinas são experimentais, não obstante todo avanço da biomedicina e da indústria farmacêutica. Então ficamos de sobreaviso com o que pode vir nessa época de pânico e expectativas.

Necessidade Urgente de nos voltarmos para nós Mesmos

Por tudo isso, somos obrigados a nos voltar para nosso interior como nunca antes fizemos.

Queremos saber se nossa saúde física está bem o suficiente para enfrentar esses novos desafios sanitários.

Porém também somos induzidos a buscar uma força interior de uma forma que nunca fizemos. Isso nos leva certamente a um processo profundo de autoconhecimento e desafio. Temos muito que aprender. E vamos, sim.

Ainda bem que o universo conspira a nosso favor.

Nesse período auto reflexivo, muitos ensinamentos vieram à tona. Mestres e pessoas mais sábias e experientes colocaram ensinamentos nas redes sociais. Saberes esquecidos ao longo das últimas décadas voltaram à evidência. Pensadores abandonados foram resgatados.

Aconteceu nos últimos 50 anos mudanças muito radicais e o estilo de vida predominante no mundo ocidental foi muito voltado para conquistas e realizações materiais.

Todavia, o custo de vida desse estilo ocidental de viver levou as pessoas, em sua maioria, a perderem o foco no desenvolvimento interior e no seu crescimento espiritual, no sentido de se conectar com o universo e a natureza.

Assim, práticas de meditação e respiração, além de exercícios físicos e reeducação alimentar, nesse atual período, voltaram a ser praticados.

Porque provavelmente as pessoas não se preocupavam tanto com a saúde física, mental e espiritual como atualmente.

São efeitos derivados da pandemia? Não sabemos.

Fim dos Tempos e Mudanças em Curso

O que temos certeza é que mudanças radicais estão acontecendo no planeta todo. Questões climáticas e eventos desconhecidos na natureza estão levando pesquisadores, gurus, mestres a – se não explicarem, pelo menos justificarem – com sua sabedoria, a ocorrência desses eventos.

Dessa forma, chamou muita a atenção uma decisão recente da NASA, de contratar líderes de diversas religiões e gurus influenciadores populares, para estudar formas de comunicar à população a possibilidade do contato com civilizações interplanetárias.

A intenção é desmontar crenças milenares de que somente a Terra é um planeta habitável. O impacto disso na vida do cidadão comum, sustentado por dogmas e crenças rígidas, é imenso.

De fato, vivemos uma época fascinante e desafiadora, pois todo arcabouço de conhecimentos gerados por séculos de conhecimento tradicional começa a ser questionado até por instituições inflexíveis e resistentes às mudanças, tanto no âmbito do estado como no meio da sociedade.

E as pessoas estão se tornando mais capazes de entender que mudanças profundas estão começando a acontecer e vão aumentar mais ainda, muito mais, sua influência em suas vidas.

Por outro lado, será necessário que as organizações, sobretudo as educacionais e religiosas se ajustem a esse despertar.

As pessoas no primeiro momento ficaram em pânico, mas se adaptaram. Viram que os modelos tradicionais de transmissão de conhecimento estão se transformando estruturalmente devido ao avanço da tecnologia de comunicação e informação.

E começaram a exigir novos conteúdos, de forma a entenderem a realidade com a velocidade necessária para, além de assimilar, entender o processo e produzir uma nova síntese.

Dessa síntese, surgirá uma sociedade aparentemente mais solidária, sob vários aspectos.

Sobretudo os decorrentes da possibilidade de o desconhecido se tornar visível e as pessoas entenderem que o universo é muito maior do que sua vila, mas que sua vila é também o centro de seu universo e que a solidariedade é necessária à sobrevivência.

Haverá, necessariamente, mudanças na forma de agir dos governos, porque a consciência social mudou e os cidadãos já não aceitam ser enganados pelos detentores do poder.

Cultura da Razão Cínica

Isso é visível quando analisamos a disputa pelo controle político da internet, a tentativa de censurar os poucos meios de comunicação onde a manifestação das ideias ainda é livre, a redes sociais.

Com efeito, o discurso dos donos do poder de que tudo são fake news, como se nunca houvera fake news, ou se sempre tudo fora fake news.

Enfim, vivemos uma era em que o real é virtual e o virtual, real.

A cultura da razão cínica explode globalmente. Porque há uma resistência enorme e crescente contra todo esse tipo de dominação.

E mudanças mais profundas ainda virão nos próximos meses, seguramente.

Por tudo isso, há uma mobilização em nível internacional, em praticamente todo o mundo contra a tentativa de impor verdades pré-estabelecidas, mas que não têm mais aderência às mentes mais esclarecidas.

Resistência: Desafio Global

Haverá contestação, embates e novas formas de ver a realidade começarão a prevalecer, certamente. Não sem tempo!

Porque por trás de todo esse movimento de resistência às mudanças e que interessa sobretudo a quem está no comando para disseminar suas versões, há uma guerra surda.

Na prática, novos paradigmas serão impostos ao longo dos próximos anos. Isso depois de muita tensão e disputas ferrenhas.

E todas as pessoas sentirão o impacto profundo dessas mudanças, em nível físico, mental e espiritual.

De fato, estamos chegando a um novo momento na história da humanidade, é possível haver melhorias coletivas.

Entretanto, o desafio é fazer convergir o foco e concentrar todas as mentes neste novo momento.

Essa energia humana mental e espiritual será capaz de promover os necessários ajustes.

Contudo será preciso muita atenção, pois a humanidade precisará dar um salto qualitativo para gerar saúde e paz física e espiritual. O momento é esse! Fiquemos atentos e concentrados. Não deixemos dispersar nossas energias.

Como dizia o poeta Thiago de Mello “ faz escuro mas eu canto, porque amanhã vai chegar”.

 

Confira outros tópicos que podem lhe interessar e acompanhe os vídeos no Canal Alta Performance sobre Reset Mundial, Fim dos Tempos, mudanças e ajustes.

Assine o canal alta performance e assista a outras séries e entrevistas sobre alta performance, autoconhecimento e muito mais. Inscreva-se!

Confira outros posts do blog alta performance:

Twitter Facebook Instagram Youtube

Fim dos Tempos? Evidências clamam por Mudanças e Ajustes Fim dos Tempos? Evidências clamam por Mudanças e Ajustes

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

ATENÇÃO

*Eu quero receber os e-mails e informações do blog